Hot in the City


Quanto menos roupa visto, mais calor tenho. Estou destilada. Não aguento mais sentir os {poucos ou quase nenhuns} trapitos que trago vestidos, colados ao corpo, a base a derreter e os óculos de sol a escorregar pelo nariz abaixo. Por este andar a factura da água vai ser a dobrar no fim do mês, pois não há banhos que cheguem -  e pior - que refresquem. Ouvi dizer que na Amareleja, as temperaturas chegaram aos 50º. Por favor! Queremos um clima de Verão, não queremos morrer escalfados em suor, como ovos em água a ferver. Vejam lá se organizam o tempo, caso contrário temos que começar a andar vestidos como os Árabes, para evitar queimaduras de primeiro grau enquanto estamos parados no trânsito. Xiça penico!

6 comentários:

L.O.L. disse...

Queimaduras de 1º grau quando estamos parados no trânsito? Essa tá boa. HEHEHE. Mas sim. É verdade. Este calor abrasador dá para cozinhar as minhas refeições mais lentamente conservando assim todas as propriedades e vitaminas dos alimentos. :) :)

Marta disse...

E eu a pensar que era a única que andava feita em água...

Isa GT disse...

Ontem fui aliviar do calor, hoje voltei ao mesmo... também estou a destilar :)

Heels disse...

Sei que passei o inverno a desejar o sol, o calor e os dias quentes, mas não precisava de aquecer assim tanto, até parece que estamos num deserto.

Beijocas.

Caia disse...

Pois para mim hoje o tempo foi uma desilusão!
Pensei eu que ia derreter sob um sol intenso na hora de almoço, que dava para espetar um pézinho na areia da praia e lia um pouco do meu romance... quando reparo que afinal estava um vento desgraçado!!! grrrrrrrr

Miguel disse...

Essa do quanto menos roupa mais quente se está... soa-me familiar...

Gosto da foto!